Por Favor Élber Não Se Machuque Mais, Neílton Fazendo Leilão e Torcidas Organizadas

Tempo de leitura: 5 minutos
"o dinheiro tá pra la? então tô indo, flw losers"

“o dinheiro tá pra la? então tô indo, flw losers”

Olá Amigos.

O Cruzeiro venceu mais um jogo-treino ontem. A vítima da vez foi o Atlético Paranaense. E a equipe titular deles, contra nosso time reserva no primeiro tempo e nosso terceiro time no segundo tempo. O gol foi marcado por Élber, após passe de Eurico. Disseram que foi um golaço, com todas as qualidades do garoto. Ele venceu o marcador na corrida e encobriu o goleiro.

Élber é o jogador que eu mais queria ver se firmando na equipe titular. Ele é habilidoso, rápido, esperto, sabe fazer gols. O problema é que ele não para de se machucar. E isso vai abrindo espaço para outros jogadores e acabando com suas chances. Pode até ser que Marlone, Alisson, entre outros, não sejam melhores que Élber, mas como ficam mais tempo “inteiros” podem conseguir jogar e impressionar mais. E claro que nada disso é culpa do jogador. Infelizmente lesões acontecem e existem jogadores mais suscetíveis a elas.

Eu não tenho ideia do que ele precisa fazer para superar essa fase de lesões, mas sugiro tentar de tudo. Se benzer, nunca mais andar (só dentro de campo), viver dentro de uma bolha e só sair pra jogar futebol, usar várias caneleiras, qualquer coisa. Eu realmente acho que ele pode ser um jogador especial, mas precisa jogar uma temporada inteira sem se machucar. E estou achando que 2014 é um ano decisivo para Élber. Se nada acontecer nesse ano, não sei até quando vamos esperá-lo. Como disse antes, tem muita gente esperando seu espaço na equipe.

Uma pessoa que não deve mais pedir seu espaço no Cruzeiro é Neílton. Seu empresário apareceu dando entrevistas e dizendo que agora o garoto pode ficar no Santos.

Há alguns dias o Santos conversou sobre esse plano de mídia, e isso nos interessa muito. Como ele (Neilton) vai jogar a Copa São Paulo (o atacante foi relacionado para enfrentar o Atlético-MG, nesta terça-feira, pelas semifinais) e, depois, está prevista a reapresentação no profissional, é uma ideia que a gente gosta. Ainda não vi o projeto, mas vamos deixar acontecer. O Oswaldo é um cara bacana e quer contar com o jogador, então há a possibilidade de ele ficar no Santos.

Olha, não sou nenhum especialista, mas acho que esse empresário do Neílton está usando o Cruzeiro pra ganhar o contrato que queria no Santos. E parece que vai conseguir. Mesmo assim, ele disse que a nossa oferta interessa.

O Cruzeiro fez uma proposta muito boa ao Neilton, muito boa mesmo, com plano de carreira. Um projeto legal, com Libertadores, três a quatro anos de trabalho bem feito no Brasil. O Santos liberou o atleta para conhecer Belo Horizonte e o centro de treinamentos. Mas não tem nada certo. Falta os dois clubes se acertarem. Interessa ir agora? Sim. Em maio (quando encerra o contrato) também, mas não poderíamos deixar de ouvir outros clubes. Não existe pré-contrato assinado.

Ele tem interesse de vir para o Cruzeiro, a proposta é muito boa, o Santos liberou, mas mesmo assim ele não está fechado e vai ouvir outros clubes. Isso parece estranho pra mim. Acho que ele está querendo tirar todo o dinheiro possível do Santos ou transferir seu jogador para o time que pagar mais. E não acho que o Cruzeiro tenha que lutar muito por Neílton. Já fizemos nossa proposta, ele não é nenhum gênio ou jogador especial para ficarmos correndo atrás. Se nos escolher, muito bom, se não, tudo bem, já temos muita gente para a posição.

Para encerrar o dia, vamos falar sobre torcida organizada. Êêêêêêê. Máfia Azul e Pavilhão Independente vem sendo tão importantes para o Cruzeiro nesse último ano, fazendo nossa equipe perder mandos de campo, estragando a festa do título e fazendo com que as pessoas fiquem com medo de ir ao estádio. Gilvan está adotando medidas fortes contra eles. Agora nem vestir boné desse pessoal os jogadores podem mais.

Todos os jogadores que o Cruzeiro trouxer agora, pediremos a eles para não fazer mais aquilo. Haverá proibição judicial para as organizadas não usarem mais a marca do Cruzeiro. Há quem ficará chateado com a atitude, mas eles têm de entender que não podem ser comandados por quem tem atitudes de bandidos.

Até acho que Gilvan esteja certo. Mas imagina você, recém-contratado pelo Cruzeiro, desembarcando no aeroporto e dá de cara com 200 torcedores dessas organizadas e os caras pedem pra você vestir um boné. Você recusaria? Acho difícil explicar para eles “olha, o clube acha melhor eu não usar isso entendeu? Passa uma imagem errada, que a gente apóia vocês, mesmo com a diretoria fazendo muita coisa para acabar com suas organizadas”. Tenho a ligeira impressão de que esse pessoal não vai entender.

Na entrevista, Gilvan disse que foi ameaçado pelas torcidas organizadas quando decidiu parar de “ajudá-los”.

Quando começamos nosso trabalho aqui de batalhar pelos sócios do futebol, dissemos que não é clube que tem de batalhar pela torcida. Falamos para entrarem no programa de sócios do futebol. Conseguimos que muitos entrassem, mas muitos começaram a me ameaçar, tive de trocar de celular e telefone fixo. Eles passaram a ter outra forma de hostilizar o clube.

É o fim da picada “torcedor” ameaçar presidente de clube por não ganhar mais ingressos para jogos. Mas esse é o futebol brasileiro. E acho que o Cruzeiro está dando um passo à frente na briga contra essas “torcidas” que dominam, por muito tempo, os clubes do Brasil. Aqui a coisa é até mais “amena” comparada a outros lugares do país onde as torcidas organizadas tem peso muito maior, e é bom para todo mundo a atitude de Gilvan. Talvez mais gente combata esse tipo de “torcedor” e quem realmente paga e ajuda a equipe tenha seu lugar no estádio.

Até amanhã.

Não me siga

Michael Renzetti

Não sei nada sobre táticas, sobre jogadores, sobre times - bom, na verdade eu acho que não sei nada sobre futebol. Mas eu gosto de opinar.
Não me siga