Pré-jogo – Cruzeiro x URT: Pra Iniciar 2014 com o Pé Direito

Tempo de leitura: 4 minutos

lucas-silva-cruzeiro-vasco-uma-cerveja-por-favor

Olá amigos.

Hoje finalmente vamos ver o Cruzeiro de volta ao Mineirão. Falo finalmente, mas os coitados começaram a pré-temporada dia 6 de janeiro, somente 20 dias atrás. E entraram de férias dia 8 de dezembro. Aqui em Minas Gerais isso é até razoável, em outros lugares o Campeonato Estadual já começou faz tempo. E também aqui o próprio campeonato é uma pré-temporada, tirando os jogos contra o Atlético. Bem, mais ou menos, em alguns anos as goleadas (5 x 0 e 5 x 0) foram tão ridículas que tudo pareceu uma pré-temporada.

O time deve ir a campo com Fábio, Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Souza e Lucas Silva; Ricardo Goulart, Dagoberto e Éverton Ribeiro; Borges. Praticamente o time titular do final do ano passado, a única mudança é Souza entrando no lugar de Nilton, que ainda volta de contusão.

Já a URT vai a campo com Giuliano Iran, Marcelo, Pablo e Marcel; Diogo Marzagão, Erick, Gustavo Moura e Thiago Matos; Michel e Robinho. Adoro que na equipe deles tem um jogador chamado Marzagão. Só consigo pensar no Magalzão Show quando ouço seu nome.

Espero que o Cruzeiro meta uma goleada louca hoje, pra mostrar que não veio a campo pra brincadeira. O time treinou muito bem, a base está mais que mantida, os reservas são muito bons e o jogo é no Mineirão. E jogo não Mineirão é sinônimo de vitória. Mas se não der pra golear, qualquer vitória convincente já me deixa tranquilo. Porque o negócio é se acostumar a sempre vencer, e manter esse ~momentum~ para os outros torneios mais importantes.

Quero ver também Marlone, Marcelo Moreno e Júlio Baptista nesse time. E acho que Marcelo Oliveira também, então espero que, com o jogo “ganho” (se é que vai estar assim), o Cruzeiro faça essas alterações.

Além disso, podemos esperar na partida de hoje muitos chutes de longe de Lucas Silva. O volante, que fez dois golaços de fora da área contra o Vasco, não marcou mais durante o resto do campeonato. Então, à pedido do treinador, o danoninho azul deve tentar chutar mais.

O Marcelo sempre reforça para chutar, a gente já fez muito treinamento de falta, e ele cobra muito. Depois que fiz os dois gols, continuei chutando para o gol. Alguns passaram muito perto. Espero que saia mais de fora da área, quem sabe já neste próximo jogo.

E tem que chutar mesmo. Às vezes não vamos conseguir entrar na área em jogos contra adversários mais fechados, então é importante que tenhamos essa arma, o chute de fora da área. E o garoto já mostrou que é bom nesse quesito. Falta tomar gosto pela coisa e continuar marcando.

Lucas continua, falando agora sobre confiança, e como se sente nessa equipe agora que conquistou a titularidade.

Nas últimas partidas já me sentia muito mais a vontade em campo, principalmente confiante para fazer meu futebol. Até para arriscar chutes de fora da área, o Marcelo havia cobrado e deu certo. Agora no início do ano espero que já seja assim.

Pode parecer que não, mas esse negócio de se sentir à vontade faz muita diferença para os jogadores. Quanto mais confiante em seu futebol, o jogador joga de maneira mais leve, direta, e consegue fazer coisas diferentes. Quando o jogador não está à vontade, tenta fazer somente o arroz com feijão, o mais simples, ele não se arrisca. E esse é o motivo de não concordar com vaias. Quando o jogador não está muito confiante, a vaia faz com que ele jogue ainda menos. Então não faz bem pra ninguém. Nunca vi vaia ajudar jogador.

O exemplo mais claro que temos disso é Henrique. O volante começou muito sem confiança no Cruzeiro, e a torcida pegava no pé. Ele errava demais, e com as vaias, ficava ainda pior. Mas com o tempo, e com os elogios de pessoas importantes – Parreira ficou encantado com seu futebol quando veio enfrentar o Cruzeiro com a seleção da África do Sul – foi confiando mais em seu futebol e virou titular inquestionável da equipe. É por isso que ainda espero que ele volte ao time titular, ainda mais que agora já fez pré-temporada com o restante da equipe e não sofre mais com lesões.

Então é isso, daqui a pouco estou indo para o Mineirão e espero ver todos vocês (que podem ir, é claro) por lá.

Até amanhã, com uma grande vitória do Cruzeiro, eu espero.

Não me siga

Michael Renzetti

Não sei nada sobre táticas, sobre jogadores, sobre times - bom, na verdade eu acho que não sei nada sobre futebol. Mas eu gosto de opinar.
Não me siga