Caldense 0 x 0 Cruzeiro – Campo ruim, futebol ruim e Caldense surpreendente

Tempo de leitura: 3 minutos

cruzeiro-caldense-campeonato-mineiro-borges

Olá amigos.

Mas que resultado ontem, hein? O time jogou muito mal, num gramado deplorável, contra um bom time da Caldense. Eles se aplicaram, marcaram muito bem e correram muito. Poderiam e deveriam ter vencido a partida. Fábio e diversos erros de finalização deixaram a partida empatada em 0 x 0.

Do lado cruzeirense, poucos se salvaram. Fábio, já citado, fez grandes defesas, Dedé foi muito bem nas bolas aéreas e nas antecipações, e Lucas Silva ditou o ritmo do nosso meio-campo, arriscou de fora da área, deu bons passes, enfim, tentou fazer alguma coisa. Por outro lado, Éverton Ribeiro pouco fez, errando muitos dribles e passes, Ricardo Goulart, normalmente tão participativo, sumiu do jogo, como William. E a pior coisa da partida foi a lesão de Borges. Toda vez que começa o mineiro eu quero dar outra chance, acho que poderia ser um campeonato legal. Mas toda vez que vamos ao interior encarar um campo esburacado, penso que seria bem melhor ficarmos em casa, treinando, se preparando para as competições que valem alguma coisa.

Marcelo Oliveira fez sua análise da partida e diz que o time vai evoluir com o tempo.

Nesse período de 20 dias se treina muito fisicamente e, aí, os jogadores vão se soltando naturalmente. A cada jogo a gente pode evoluir, jogar melhor. Fizemos partida razoável e com pouca inspiração.

Todas as chances que tivemos contra a URT sumiram nessa partida. O Cruzeiro não criou muito, não chegou com perigo ao gol adversário, a não ser pela primeira jogada do time na partida, que William desperdiçou.

A Caldense, historicamente, traz muito problema quando se vem jogar aqui. É clube bem estruturado, organizado e que forma bons times. Começamos bem, criamos uma situação clara de gol com o Willian, que poderia ter mudado o rumo da partida. Mas fomos nos perdendo, a Caldense cresceu, méritos do Léo Condé, que está trabalhando bem. É uma candidata a ficar entre os quatro.

No segundo tempo o Cruzeiro melhorou, e achei que marcaríamos o gol da vitória. Mas realmente a Caldense jogou bem, marcou o Cruzeiro e mereceu o empate. Na verdade, se eles tivessem vencido a partida, seria justo.

Fábio também tentou explicar a partida abaixo do normal, citando o terrível gramado como justificativa.

São várias coisas que dificultaram, como o gramado, por exemplo, que a gente não está acostumado a jogar e treinar. Mas não podemos tirar o mérito do treinador da Caldense e dos seus jogadores. É uma equipe de qualidade e velocidade, que criou várias oportunidades. Acho que o jogo foi equilibrado. Nós ainda temos muito a acrescentar. Agora nesta nova etapa espera concretizar isto.

O gramado realmente estava muito ruim, mas o Cruzeiro tem futebol pra passar por cima disso e vencer a partida.

Em outras notícias trágicas, o Cruzeiro é um dos times que podem levar Alexandre Pato embora do Corinthians. Ele está sendo oferecido a várias equipes, e DIZEM que somos um deles. Valdir Barbosa falou sobre o assunto.

O Pato é um jogador extremamente experiente, jogou a Liga dos Campeões e muito tempo na Itália. É um jogador de qualidade e bom para qualquer clube que jogar a Libertadores.

Eu juro pra vocês que não acho uma má ideia. Se ele vier barato ou por empréstimo, não vejo problema. Pode se recuperar aqui. Qualidade ele tem, só falta paciência e ritmo de jogo. Naquela bagunça que é o Corinthians ele não vai melhorar nunca. Precisa de uma mudança de ambiente. E acho que precisamos de mais um jogador. Não acho que estamos bem só com Borges (que se machuca demais) e Marcelo Moreno.

E por hoje é só, até amanhã.

 

Não me siga

Michael Renzetti

Não sei nada sobre táticas, sobre jogadores, sobre times - bom, na verdade eu acho que não sei nada sobre futebol. Mas eu gosto de opinar.
Não me siga
  • Camila

    Odeio o Pato. O acho com um empresário ótimo, apenas.