Garcilaso dormindo no aeroporto, Goleada pra garantir classificação e Nilton na Inter

Tempo de leitura: 4 minutos
real-garcilaso-dormindo-aeroporto-uma-cerveja-por-favor

isso só pode ser zuera

Olá amigos.

Estamos saindo de um jogo importante, a final contra o Atlético Mineiro e indo para outro jogo muito importante, a decisão da nossa classificação na Libertadores contra o Real Garcilaso. E assim é que é bom, jogo grande, jogo decisivo, nervoso. Bem melhor que ficar disputando uma pré-temporada travestida de torneio, que é a primeira fase do Campeonato Mineiro.

Não estou nervoso para a partida contra o Real Garcilaso. Acho que o Cruzeiro vai ganhar e vai ganhar bem. Ficaria muito assustado se o Cruzeiro não conseguisse vencer, e pelo menos por 3 gols de diferença, uma equipe novata, que perdeu para os dois outros times do grupo. É bem verdade que nós conseguimos o incrível feito de ter perdido para eles fora de casa, mas o raio não vai cair no mesmo lugar duas vezes. Se a gente tivesse vencido lá, apenas um empate bastaria para nos classificarmos, e uma vitória simples nos deixaria na liderança do grupo. Mas tudo bem, não podemos ficar aqui chorando sobre os pontos derramados. É vencer e vencer bem, e passar de fase – o mais importante.

Além de ser um time fraco, o Real Garcilaso tem mais problemas. Eles perderam um voo e ainda não chegaram em Belo Horizonte. Os jogadores tiveram, inclusive, que dormir no chão do aeroporto – como mostrado na foto acima – e vão demorar 26 horas para chegar em Confins. A viagem, que já era longa – cerca de doze horas – ficou ainda mais cansativa, e temos que usar isso a nosso favor. Nesse tipo de situação ridícula que a gente se meteu, qualquer coisa é lucro.

A comissão técnica do Real Garcilaso está com medo de alguma repercussão do caso de racismo contra o Tinga e pediu reforço policial para quando a equipe chegasse em Belo Horizonte. Mas eu duvido que alguém vai ser imbecil o suficiente para ir até o aeroporto xingar ou agredir jogadores que disseram ser contra o que aconteceu com o Tinga. E se tiver alguém lá, que seja preso na hora. Eu já acho imbecil ir a aeroporto buscar jogador do próprio time, imagina ir xingar adversários. Gente, vamos fazer alguma coisa da vida, vamos trabalhar, tá cheio de emprego aí.

Não vou escrever nenhuma das contas aqui, mas existem várias contas para o Cruzeiro se classificar. E uma bem maluca em que a Universidade do Chile ganha de 4 x 3 a partida contra o Defensor – coisa quase impossível de acontecer. Levando todas as contas em consideração, o Cruzeiro precisa de vencer o Garcilaso por 3 x 0. Simples. E é isso que Henrique quer fazer.

A gente tem muita responsabilidade. Sabemos que nós temos que entrar com a cabeça sempre no jogo e fazer nosso papel. O que vai acontecer na partida é fruto do nosso trabalho lá dentro. Respeitar o adversário porque o futebol pega a gente de surpresa. Não queremos correr riscos. Vamos focados e respeitando o adversário e precisando da vitória. Independente de qualquer coisa nós vamos buscar o resultado com mais gols.

E tem é que buscar gol mesmo. Fazer um 7 a 0, coisa do tipo, pra não deixar dúvidas sobre a classificação. Para não depender de ninguém. Mas é claro que todo mundo vai torcer para uma vitória do Defensor, porque ela já nos deixa a uma vitória simples da classificação. E ninguém é doido de querer o resultado mais complicado. Não é o caso de Henrique:

A gente vai torcer claro para Defensor-URU, para que os resultados batam, mas o nosso papel é o mais importante, é vencer com um placar vantajoso. Claro que se acontecer vai nos ajudar bastante.

Para terminar, Nilton “”””””””aparentemente”””””””” tem uma proposta da Inter de Milão. Digo aparentemente com várias aspas, porque apesar de ter saído a especulação, o jogador disse que nada chegou até ele, e que se existisse, seu empresário o avisaria.

Pelo amor de Deus,  isso aí é só especulação, tenho ainda contrato de um ano e meio com o Cruzeiro, e para começar, as janelas estão todas fechadas lá (na Europa). Não vou mentir, se tivesse uma coisa, meu empresário teria me passado. Por enquanto não passou nada.

Minha vontade é permanecer aqui porque da forma como os torcedores me acolheram não tem como dar as costas. Mas é claro que um dia tenho o sonho de jogar fora e quero realizar isso também, mas, por enquanto, tenho contrato aqui dentro e tenho que cumprir.

E se o jogador falou, está falado. Hoje em dia eu não acredito em nenhuma especulação. Pode ter saído até da mãe do Alexandre Mattos que eu não acredito. Hoje em dia eu sou tipo o Silvio Santos. Eu só acrediiiiitoooo??? Veeeeeendoooooo.

Até amanhã.