7 coisas que cabem entre Alisson e a linha de impedimento

Tempo de leitura: 2 minutos

Olá amigos.

Ontem o Cruzeiro B (com 10 reservas – que são ótimos) perdeu por 2 x 1 para o Atlético Mineiro na quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Foi um bom jogo, a equipe titular deles está no mesmo nível da nossa equipe B, foi um confronto bem equilibrado. Nós começamos na frente e no segundo tempo levamos o empate. A partir daí a coisa ficou estranha.

O juiz deixou de marcar um pênalti claro para o Cruzeiro e marcou um não pênalti para o Atlético. Além disso, a bandeirinha errou feio num impedimento contra o Cruzeiro. No tira teima da ESPN Brasil ficou constatado que o jogador do Cruzeiro – Alisson – estava a 3.26 metros da linha de impedimento. Vejam na imagem abaixo:

erro-impedimento-arbitragem-alisson-cruzeiro-atletico

Com isso em mente, pensei em fazer uma lista de coisas que cabem tranquilamente entre Alisson e a linha de impedimento.

1 – O homem mais alto do mundo

homem-mais-alto-do-mundo

Sultan Kosen, o homem mais alto do mundo com 2,51 metros, deitaria confortavelmente no espaço entre Alisson e os zagueiros.

2 – A maior coxinha do Brasil

maior-coxinha-do-brasil

Dá pra enfileirar 10 unidades da maior coxinha do Brasil, que tem 32 centímetros cada.

3 – Uma trave de futebol deitada

trave-mineirao

Ela tem apenas 2,44 metros de altura.

4 – Um Urso Pardo em pé

urso-pardo

Ele pode chegar até três metros, quando totalmente em pé. O problema é que os jogadores não ficariam muito seguros por ali.

5 – Dois Solimões

solimoes-instagram

Ele tem 1 metro e meio e a melhor conta de instagram do universo

6 – O maior churro do Brasil

churro-de-tres-metros

Ele tem 3 metros e é servido enrolado, dentro duma caixa de pizza.

7 – Um Meet and Greet da Avril Lavigne

meet-and-greet-avril-lavigne

Ela fica só a três metros dos fãs, então cabe tranquilamente ali. Talvez atrapalhe um pouco a partida, mas tudo bem.

  • Ricardo Galo

    Cabe as lágrimas de todos os cruzeirenses, inclusive.

  • KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK é, cabe muita coisa