Cruzeiro europeu, Éverton Ribeiro seleção, Dedé a preço de banana e negociação por Robinho

Tempo de leitura: 5 minutos
Éverton Ribeiro Seleção

“olá gente eu preciso de mais alguma coisa pra jogar na seleção?”

Olá amigos!

Qual campeonato europeu vocês gostariam que o Cruzeiro disputasse? Vocês sabem da minha preferência pelo futebol inglês. Mas vai saber se essa equipe aguenta o frio da Inglaterra. Imagina Éverton Ribeiro e Cia congelados sem conseguir ao menos fazer um golzinho no Stoke City? E é um futebol mais pegado, que não deixa uma equipe tão leve quanto a do Cruzeiro nem respirar direito. Mas seria legal ver o Cruzeiro disputando seus jogos naqueles estádios maravilhosos com gramados perfeitos.

A Espanha seria um bom lugar para o Cruzeiro. O nível das equipes secundárias não é muito alto, então dá pra entrar disputando lá no alto, e o clima é melhor, o estilo de jogo também, e finalmente Éverton Ribeiro, o Messi Brasileiro e Messi, o Éverton Ribeiro Argentino, iriam se encontrar. Além é claro de confrontos como Cristiano Ronaldo x Ricardo Goulart, o chamado Cristicardo Gounaldo, ou Dagoberto x Bale, o Dagobale, você sabe, encontro de jogadores do mesmo nível em campo.

E por que estou falando essas bobagens? – Você se pergunta. E te respondo rapidamente. É porque todo mundo está comentando como o Cruzeiro tem um estilo “europeu” nesses últimos dois anos, e como isso está ajudando a equipe a disputar bem os títulos. É como diz esse ótimo texto de Guilherme Palenzuela:

O Cruzeiro é um time de ponta europeu jogando contra brasileiros. É uma Alemanha fazendo jogos semanais contra seleções brasileiras emocionalmente fragilizadas e sem Neymares.

E isso é falado até pelos jogadores, como declarou Lucas Silva ao programa Arena Sportv:

O Cruzeiro é um time adaptado. O entrosamento está muito bom, todos os jogadores se conhecem muito bem e a gente está fazendo o nosso melhor em campo. E está parecendo estilo europeu mesmo, todo mundo comenta e até brinca.

É lógico que a gente deve ter cuidado para não parecer arrogante, prepotente, ou achar que por estar fazendo as coisas de um jeito certo vamos vencer tudo. Não, isso é um bom trabalho de diretoria, jogadores e até mesmo torcedores. Mas não garante nada. Ajuda.

O Cruzeiro está impressionando pela organização. Pela diferença quando se compara com os outros times do Brasil. É pegar como exemplo o Flamengo, que teve jogador agredido, demitido, treinador demitido e Luxemburgo, um cara que não fez um bom trabalho desde 2004 contratado. Mesma coisa com o Grêmio, que tinha um bom treinador em mãos e o demitiu para chamar de volta Felipão, que passou vexame com a seleção não faz um mês. Falaram no twitter que Flamengo, Grêmio, São Paulo, Atlético-MG e Inter estão com os mesmos treinadores que comandavam seus clubes em 1995, há 19 anos. Isso é um absurdo. Mostra que não há uma evolução.

Enquanto isso o Cruzeiro segura seu técnico pela segunda temporada seguida, um treinador novo, com novas ideias, com um pensamento ofensivo, que prioriza vencer marcando muitos gols ao invés de se segurar e tentar vencer todas as partidas por 1 x 0. Além disso, o Cruzeiro segurou todos seus principais jogadores, recomprou o William (que custou muito caro para os padrões brasileiros) e ainda se reforçou com Manoel – ótimo zagueiro, líder do Atlético Pr -, Marquinhos e Neílton, duas promessas que podem se desenvolver bastante ainda.

Além do Cruzeiro segurar os jogadores, a Seleção Brasileira também ajuda, pois hoje em dia os treinadores estão olhando mais para o nosso país na hora de contratar, e os jogadores estão priorizando ficar em grandes equipes daqui ao sumir em países do Leste Europeu, ou ficar na reserva de bons clubes de fora. É o caso de Éverton Ribeiro, que teve diversas propostas para sair do clube, mas resolveu ficar esperando por uma convocação:

É um sonho. É um objetivo que eu tracei quando cheguei aqui no Cruzeiro. E espero conseguir. Mas só posso conquistar isso se continuar trabalhando forte no Cruzeiro, fazendo bons jogos. É assim que vou alcançar meu objetivo. A gente fica contente de que o treinador da Seleção esteja acompanhando o Cruzeiro, o Campeonato Brasileiro. Isto me deixa ainda com mais vontade de estar sempre melhorando para que, se Deus quiser, um dia eu tenha uma oportunidade.

E é isso mesmo. Trabalhando bem no Cruzeiro, como ele vem fazendo, certamente vai lhe render um espaço na seleção. Não dá pra ignorar um jogador desse calibre, num time campeão, que vem liderando o Campeonato Brasileiro pelo segundo ano consecutivo. E o próprio Dunga já disse que estava olhando para o Cruzeiro, então nada de se transferir para times estranhos, vamos ficar aqui e conquistar esse tetra.

Digo a mesma coisa para Dedé, que aparentemente, entrou na lista de contratações da Juventus. O Cruzeiro nega, mas já vi o Cruzeiro negando jogador chegando e ele batendo na porta da Toca da Raposa para entrar, então vamos ficar espertos. Inclusive, o Cruzeiro soltou uma nota sobre o caso de Dedé:

O atleta Dedé teve seus direitos econômicos adquiridos junto ao Vasco da Gama no primeiro semestre de 2013, em uma negociação que incluiu também a participação de mais três grupos de investidores.

No acordo firmado entre todas as partes, ficou definido que após a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, o jogador poderia ser vendido para outro clube pelo valor fixado de 15 milhões de euros. No momento, nenhuma equipe do futebol internacional apresentou qualquer proposta para adquirir o zagueiro.

O Cruzeiro esclarece ainda que conta com o atleta em sua campanha para a busca de novos títulos nessa temporada e que só abrirá mão de Dedé caso surja uma proposta nos valores definidos anteriormente.

Acho que nesse caso o Cruzeiro tem esse preço barato combinado porque não detêm todos os direitos do atleta, e os grupos de investidores podem estar pressionando pelo acordo. Mas 15 milhões de euros num mundo em que David Luiz vale 50 milhões e Wallace 9, Dedé vale, pelo menos, 1 bilhão de barras de ouro.

E a última notícia, após outra negação do Cruzeiro, o vice presidente do Milan disse que estamos sim na briga por Robinho:

Hoje não teve nenhuma reunião. Não tem nenhuma mudança, nada de novidade. Alguns clubes estão querendo. Talvez vá para o Flamengo, Cruzeiro, Santos, futebol árabe e tem o Olimpyakos, que entrou forte.

Tomara que o Olimpyakos tenha entrado forte o suficiente para levar o pequeno Robson, pois não acho que seria uma boa nesse time tão arrumado do Cruzeiro.

Até amanhã!