Cruzeiro x Grêmio – Excelente rodada para disparar na liderança (mais ainda)

Tempo de leitura: 4 minutos
"olha bem pra minha cara e vê se eu vou deixar você fazer gol"

“olha bem pra minha cara e vê se eu vou deixar você fazer gol”

Olá amigos.

Que maravilha de rodada a de ontem! Primeiramente, que resultado engraçado o do Fluminense. Perder para a Chapecoense, logo após sair humilhado da Copa do Brasil pelo América de Natal deve ser muito triste. Os jogadores só podem estar jogando contra. Na ESPN Brasil o pessoal estava falando que a equipe não vem conseguindo premiar os jogadores pelos resultados, que eles queriam pagar tudo no final do ano, mas que os atletas queriam o dinheiro a cada partida. E que todo mundo está pedindo uma grana preta pra renovar os contratos. Parece que a casa do Flu tá caindo, e eles merecem. Fizeram um grande time por conta da Unimed, fugiram da série B pelo tapetão por duas vezes, estão merecendo alguns problemas.

Outro resultado bom foi a vitória do São Paulo sobre o Inter. É a nossa chance de voltar a ter cinco pontos de diferença para o time gaúcho, que vinha ganhando tudo quanto é jogo sem parar. O melhor resultado seria o empate, pois com a vitória o São Paulo chega mais perto da gente, mas não acho que seja nada muito preocupante porque eles não estão jogando tão bem assim. O time se apresenta de forma meio instável.

Um resultado maravilhoso que nada tem a ver com a briga do título foi a vitória do Flamengo sobre o Atlético, o FAMIGERADO #galão da massa. Quando fui dormir eles venciam a partida por 1 x 0, jogando muito mal, suportando a pressão do pior Flamengo de todos os tempos. E não conseguiram segurar no segundo tempo. Literalmente. O Victor poderia ter defendido o pênalti e o gol da virada, mas não conseguiu segurar nenhuma das bolas. Foi engraçado.

E agora, para rir mais ainda dos adversários (coisa mais importante), e se distanciar na liderança, temos que vencer o Grêmio a todo custo. Não é como se fosse a coisa mais difícil do mundo, porque o Grêmio, sinceramente, não está jogando nada, e é um freguesão do Cruzeiro.

William falou sobre o jogo contra o Grêmio no ano passado:

Foi praticamente a final do Brasileiro, foi ali que colocamos a mão na taça. A lembrança é boa, mas é outro momento, eles mudaram, tem treinador diferente. O Grêmio tem muita qualidade, sabemos da força deles, mas temos que entrar focados para não termos surpresas. Não podemos achar que nosso time é imbatível. O respeito tem que existir e nosso time tem que continuar se impondo, com todo mundo se entregando, com intensidade. Não tem que mudar muito, tem que ter humildade. O campeonato é difícil, a cabeça tem que estar boa, pés no chão e o mesmo espírito nos jogos.

Se nossa equipe conseguir repetir o desempenho contra o Santos, não vejo porque não conseguiríamos sair de campo sem uma grande vitória. E a partida se torna ainda mais importante após a convocação de nossos dois melhores jogadores para a seleção brasileira. Temos que conseguir mais uma gordura na liderança caso não consigamos jogar um bom futebol sem Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart.

Júlio Baptista vai ser nosso centroavante hoje, e espero que continue com o nível apresentado na última partida quando fez um belíssimo gol contra o Santos. O time vai sofrer um pouco, pois Marcelo Moreno – apesar de todos seus problemas – é muito móvel, gosta de jogar rápido e briga bem contra os zagueiros adversários. Já Baptista quer sempre dominar as bolas e partir para cima da marcação, com certa lentidão. E a falta de ritmo também pode atrapalhar. Mas vamos ter chances de marcar. É só não errar muito gol, porque lá atrás o pessoal garante. Pelo menos é o que parece, pois Léo esta numa excelente fase, jogando melhor até que Dedé. E ele fala sobre esse momento:

É realmente um momento muito bom. Eu atribuo isto ao trabalho e à dedicação no dia a dia, que levam ao aperfeiçoamento. O momento do clube, que é excelente, também contribui para isto, além da qualidade do nosso plantel.

Ter uma boa equipe ajuda nisso. Nossos meias e atacantes marcam muito bem, e deixam o serviço mais fácil para os zagueiros. É o que dizem, “um excelente ataque consagra uma defesa mediana”. Mas a defesa do Cruzeiro é acima da média também. Há um bom equilíbrio entre os setores.

É exatamente este equilíbrio entre a defesa e o ataque que a gente sempre procura. Trabalhamos para ter uma defesa sólida e tranquila, para dar tranquilidade para o ataque criar e fazer gols. A gente fala da defesa incluindo os laterais e os volantes, mas temos que lembrar também dos meias, que fazem a recomposição lá na frente.

É isso aí, defender bem, atacar melhor ainda, marcar todo mundo, fazer um bilhão de gols por jogo. ACHO que estamos no caminho certo.

Agora deixa eu ir embora. Até amanhã.