Que seja infinito enquanto dure

Tempo de leitura: 2 minutos

Eu possa lhe dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure

Sim, sou romântica. Eu decorei o Soneto da Fidelidade do Vinicius, e o chamo de Vinicius, não de Vinicius de Moraes. Calma, vou parar de ser melosa pra que você não desista.

Outro do Vinicius...

Outro do Vinicius…

Pode ser meio piegas, ninguém sabe mais o que é isso. Mas a torcida do Cruzeiro não sabe amar. Talvez seu coração azul possa ser de pedra. Não, eu não queria isso.

Estamos perdendo um time bicampeão brasileiro por dinheiro. Que absurdo! Por dinheiro! Talvez ninguém troque de emprego por receber uma proposta melhor devido à sua competência, né? Mas não vem ao caso.

A torcida está com raiva e saiu destilando seu ódio pelos jogadores que estão partindo ou que partiram. Partiram nosso coração, é verdade. Admita! A torcida do Cruzeiro tem fama pela exigência, talvez arrogância, talvez orgulho. Acredito mais na palavra “orgulho”.

Não aquele orgulho que nosso clube é o melhor do universo (e é a verdade), mas o orgulho pra admitir “eu te amo, cara. Não me deixe que vou ficar sem chão.” Mesmo tendo a certeza que após 94 anos de vida nosso coração continuará batendo, apesar de tantos amores que se vão.

Eles ganharam dois (DOIS) títulos do campeonato nacional mais importante do país com campanhas irretocáveis, recusaram outras propostas e viraram craques, admirados pelo mundo todo… Nossos meninos que vimos crescer. Não precisam que o considerem ídolos, mas merecem nosso respeito.

Pare de chorar e admita: foi infinito enquanto durou. E agora agradeça.

Obrigada.

O primeiro amor passou.
O segundo amor passou.
O terceiro amor passou.
Mas o coração continua.

(Esse é do Carlos, o Drummond)

Luciana Bois

★★★★ Uma maria que possui a estranha mania de ter fé na vida. ;D