Especulações, desinformações e responsabilidades da imprensa

Tempo de leitura: 4 minutos

Olá amigos!

Hoje o dia do Cruzeiro foi de informações confusas. Num primeiro momento, estava tudo acertado entre Cruzeiro e Pisano e Cuéllar, os últimos dois reforços da equipe para essa temporada (contando que não vamos achar nenhum centroavante mesmo). Tanto que Gilvan disse sobre Pisano:

“Falta muito pouco, são poucos os detalhes. É que na Argentina as coisas são sempre mais difíceis. Eles estão agora disputando a eleição da Federação Argentina, tem clube que está de um lado e clubes que estão de outro, isso dificulta as transações. Este final de ano também dificultou muito que a gente concretizasse as negociações porque muitos presidentes estavam viajando e descansando. A qualquer momento a gente vai anunciar a concretização desta contratação. Acredito que está bem adiantado”.

E sobre Cuéllar:

“Também (está bem encaminhado), mas não depende só do Cruzeiro. É uma transação de um clube em que ele estava jogando, que está comprando de outro clube. Este que está comprando (Junior Barranquilla) garante que já fechou. Concretizado o negócio, repassarão jogador ao Cruzeiro, que será mais valorizado, e eles (Deportivo Cali) ficarão com 30%”.

Ok, negociações complicadas mas bem encaminhadas. Tudo bem, é assim mesmo. Os outros clubes sulamericanos são meio bagunçados mesmo, você nunca sabe de quem é o jogador. Igualzinho aqui no Brasil. Já estava vendo diversos vídeos no Youtube, fazendo formações táticas (mesmo sem nunca ter visto nenhum deles jogar), jogando um Football Manager mental com esses jogadores. Mas aí tudo foi por água abaixo.

Começou a pipocar diversas informações desencontradas no twitter (sempre ele). Primeiro sobre Pisano. No início falaram que o time deve dinheiro a ele e por isso a demora, depois disseram que o Cruzeiro estava baixando o salário do rapaz, o que – sinceramente – não faz o mínimo sentido porque a gente só contrata jogador sulamericano porque conseguimos pagar melhores salários. Somos a China de Argentina, Chile, Colômbia e Paraguai.

gustavo-cuellar-cruzeiro-uma-cerveja-por-favor

Já sobre Cuellar a parada foi mais maluca. O papo extra oficial é que o Deportivo Cali viu que o jogador tem mercado na europa e está querendo segurar o rapaz até o meio do ano e vender para um clube alemão da vida. Já a situação aparentemente oficial você pode ver aqui no superesportes. O resumo é: Cruzeiro tem acordo com Junior Barranquila (time que está com o jogador e tem preferência na compra de 70%), mas o Deportivo Cali dificultou as coisas, quer o rapaz para a Libertadores e/ou quer vender os outros 30% por um valor maior do que acordado para os 70% do Cali. Uma confusão.

E o que isso importa pra gente? Nada. Nós, em teoria, devíamos apenas torcer pelo time em campo. Cantar músicas, vibrar em gols, xingar os erros imbecis, etc. O papel de torcedor. Mas não dá. Tem tanta (des)informação rodando pela web que fica difícil deixar pra lá e só torcer. Ainda mais nessa época sem jogos. A gente precisa de ter algum tipo de contato com o clube nessa época tão difícil. E a imprensa sabe disso. E ela gosta de brincar com a gente. Inventar histórias para ganhar cliques, encher o site de visitas com torcedores desavisados que são enganados por manchetes sensacionalistas. E o mais legal disso tudo (para eles) é que não tem problema nenhum em mentir, enganar o torcedor, dar informações erradas. Nada acontece.

Nenhum site é responsabilizado por mentiras, não paga por isso. Só ganha. É o mercado perfeito. O torcedor é tão sedento por informações que vai ao site já sabendo ser mentira e lê do mesmo jeito. E o jornalismo esportivo cai mais um degrau de qualidade. Vamos pegar o exemplo do Dedé. Alguém da Fox Sports encasquetou que o Dedé tem que jogar pelo Palmeiras. E começou a noticiar isso em 2015. Quando o cara estava machucado. Passou um tempo e noticiou novamente. E nada. Aí o próprio Dedé ficou puto e foi ao twitter falar:

Você pode pensar “ah, mas qual é o grande problema? Não tem nada demais nisso. É só o cara desmentir e beleza”. Mas não, você não sabe o que acontece. Torcedor é louco. Provavelmente algum palmeirense já tatuou o nome do Dedé no peito, algum cruzeirense já foi tirar satisfações com o rapaz na rua e pelo menos oitocentas milhões de trilhões de pessoas devem ter xingado Dedé no twitter. A vida do rapaz vira um caos.

Tudo muito bem, tudo muito bom, Dedé está voltando, vai começar a treinar com a equipe, quer fazer um bom 2016 e quando você menos espera BUM, a Fox Sports fala que ele é jogador do Palmeiras. Pela terceira vez em 2 anos. Agora até eu fiquei decepcionado quando ele não foi para o Palmeiras, porque é tanta notícia colocando ele lá que eu não queria mais erros e mentiras. E, como vocês sabem, ele não foi para o Palmeiras. Mas todo mundo viu o programa na Fox Sports, e vai continuar vendo, e acessando o site. Mesmo com a certeza de que o site está claramente inventando notícias por sabe-se lá que motivo. Chegou num ponto tão maluco que os times estão tendo que soltar notas desmentindo a imprensa.

Enfim, a conclusão é: não acredite em nada, espere o clube anunciar os jogadores, destrua toda a imprensa esportiva e aproveite a vida.

Até amanhã.

//platform.twitter.com/widgets.js