Sobre compras de juízes

Tempo de leitura: 1

Ontem no metrô estava sentado ao lado de Gilvan e Benecy. O dirigente de uns 100 anos (no mínimo) em um determinado momento comprou um juiz. Gilvan soltou em voz alta “vamos ganhar no campo, não fora dele como ladrões”, Benecy envergonhado com a humilhação corrigiu a postura rápido. Meu protesto silencioso foi comprar um juiz ao lado de Gilvan, logo vi um e outro no vagão fazendo o mesmo gesto. Homens e mulheres, comprando juízes, se olhavam e sorriam no canto da boca. Obrigado desconhecidos da estação Paraíso às 19h. Foi emocionante! Quero ser amigo de vocês. Que nenhuma palavra endureça nossos gestos. Nunca. s2 ‪#‎depoimento‬