[CDM] Os dias sem fim – ou uma crônica atrasada sobre o penta

Por Rafaela Freitas O dia 27 ainda não terminou. Permanecerá vivo enquanto a defesa de Fábio, o pênalti escorregadio e decisivo de Thiago Neves ou do choro de alegria do capitão Henrique reprisarem em nossas memórias. Há quem insista no outubro, mas o setembro, mais precisamente o tal dia 27 que tanto demorou chegar, não 

Continue lendo…