Skip to content →

Tag: sócio do futebol

Sócio Copa do Brasil pode ser “Desesgotado”, Museu do Cruzeiro e Nilton Mentindo pra Gente

Olá amigos. Você que ainda não fez o Sócio do Cruzeiro (nossa, aqui seria uma boa deixa pra eu colocar meu PIN, só que não lembro e estou com preguiça) e estava se desesperando pois somente temos vagas na categoria mais cara e na Cruzeiro Sempre – que pode…

4 Comments

Programa Sócio do Futebol: vamos pensar um pouco…

Tempo de leitura: 5 minutos
Torcida celeste no Cruzeiro x Flamengo | Foto: Washington Alves - Vipcomm
Torcida celeste no Cruzeiro x Flamengo | Foto: Washington Alves – Vipcomm

É normal do ser humano ter pensamentos que só olham a sua parte. Eu decidi pensar um pouco mais e analisar a condição dos ingressos hoje em dia. Vamos separar em pensamentos: diretoria, torcedor sócio fixo, sócio cruzeiro sempre e torcedor avulso.

Primeiramente queria deixar bem claro o seguinte: é sócio quem quiser e isso não dita regra de nada.

Agora vamos lá:

1)      Importância do sócio:

Para diretoria: viabiliza contratações e ajuda a fechar as contas, já que um elenco qualificado depende de um bom salário também, além de toda a estrutura do clube.

Para os torcedores: comodidade é a principal bandeira, além de poder economizar em relação ao ingresso avulso.

2)      Modalidade Copa do Brasil (R$ 1140 aa), Libertadores (R$ 1800 aa), Brasileiro (R$ 1200 aa) e Tríplice Coroa (R$ 2400 aa).

Para diretoriaPrós: recebe o valor alto adiantado de um ano, podendo entrar para o orçamento do clube sem medo de furos, sem depender da frequência dos jogos. Contras: perde na venda avulsa do ingresso, que renderia bem mais para os cofres do clube em dias de jogos. MINHA CONCLUSÃO: a garantia do dinheiro por um ano é algo muitíssimo importante para as pretensões de um clube.

Para sócio desta modalidadePrós: ingresso sempre mais em conta que na bilheteria e já garantido. Contras: para novas adesões, precisa de um limite de cartão de crédito muito alto e estar ciente que as mensalidades deverão ser pagas mesmo não tendo jogos. MINHA CONCLUSÃO: vale muito a pena para quem tem costume de ir sempre aos jogos e tem limite no cartão de crédito. Sou sócia dessa modalidade, mas salva pelo boleto que é o formato de pagamento para sócios antigos.

3)      Modalidade Cruzeiro Sempre (R$ 330 aa)

 Para diretoriaPrós: mensalidade inferior ao sócios da modalidade fixa, mas essencial também às contas do clube. Além da mensalidade, recebe o valor dos ingressos avulso com descontos, os quais são determinados pelo clube, como previsto em contrato, por exemplo: em 2012 os descontos eram de 10%. Contras: o incremento da renda depende da frequência da torcida nos jogos e a realização de jogos. MINHA CONCLUSÃO: Modalidade mais rentável ao clube, principalmente com  grande frequência de jogos.

Para sócio desta modalidadePrós: comodidade de comprar em casa sem enfrentar filas e tendo prioridade, participar do programa de fidelidade do clube – que ainda engatinha. Contras: Depender da “boa” vontade do clube para saber quais seriam os descontos disponíveis e desembolsar o valor avulso por jogo. MINHA CONCLUSÃO: Mesmo chamado de Cruzeiro Sempre, ele não é pra quem vai “sempre” aos jogos, ou ficaria até mais caro que os valores avulsos, principalmente pra quem é estudante. Vale pela comodidade e prioridade apenas.

4)      Torcedor que não é sócio

Para diretoriaPrós: é o mais rentável em dias de jogos. Contras: depende da frequência da torcida e dos jogos. Não é garantido nada.

Para o torcedorPrós: vale mais pra quem é estudante ou aqueles que vão poucas vezes ao estádio. Contras: o ingresso está bem caro, tem que enfrentar filas (que demanda tempo também, né?) e depende da disponibilidade.

Divulgação Cruzeiro
Divulgação Cruzeiro

MINHA CONCLUSÃO:

                O custo do futebol aumentou demais nos últimos anos. Julgando que a folha salarial fique cerca de 4 milhões de reais (trabalho com dinheiro, mas tenho nem ideia de quanto seria, na verdade), o patrocínio não é mais suficiente para sustentar um clube grande, como pode ver tantos outros clubes tendo dinheiro confiscado pela receita devido às dívidas. “Mas porque não busca o patrocínio de outro lugar e tira o BMG?” Se acompanhar os noticiários, o mundo passa por uma “pequena” crise e não é fácil conseguir patrocínio da noite pro dia, vale lembrar até que em 2008 ficamos um tempinho sem patrocínio por não conseguir mesmo achar. (Não gosto do BMG também).

                Aliás, o Cruzeiro investe e mostra que investe o dinheiro do sócio no futebol. O aumento de 7.000 pra 34.000 sócios esse ano está em campo com Dedé, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart…

                Colocar comida em casa é mais importante que “ajudar o clube”. Ajuda quem quiser mesmo e isso não se torna mais ou menos torcedor, que o sócio – para o sócio – vale mais a questão de comodidade. Os preços dos ingressos estão altos, assim como todo futebol brasileiro que é super valorizado. Mas se diminuir o valor do ingresso avulso agora, teria que diminuir os valores em todo programa de sócios para que uma modalidade não perca a “vantagem” para a outra, porém… o contrato é anual. Vale frisar que não pode diminuir muito, mas ao menos aos valores do início do ano podemos voltar, né?

                O clube falha por não oferecer outra forma de pagamento além do cartão de crédito. Entendo que após a final de 2009, cerca de 5000 pessoas (ou mais) deixaram de pagar a mensalidade seguinte à final da Libertadores. Para todas as pessoas que trabalham com administração, quando se assina um contrato anual, conta em caixa com os valores seguintes. Então a forma do cartão de crédito parcelada em 12 vezes foi a forma mais segura para o clube. Talvez a saída seja oferecer planos semestrais para o cartão de crédito ou com boletos por um período maior que um mês (que contemple 4 mensalidades, por exemplo).

                Para quem tem condições, gosta de acompanhar os jogos e deseja pagar, vale muito a pena. E por favor: que melhorem o programa de fidelidade!

                Mas sobre o desconto de 30%: não está estabelecido em contrato qual o desconto que o Cruzeiro deveria oferecer. Erraram por ter anunciado naquela planilha de propaganda do sócio na semana passada os comparativos do sócio com desconto de 50%. Uma solução pro momento, que foi pensada pelo João Henrique Castro: dar o desconto de 30% para o setor atrás do gol (que teve redução do preço do ingresso) e continuar com o desconto de 50% pra quem comprar o ingresso com o cartão do Cruzeiro Sempre nos outros setores.

                Depois desse texto gigante, prometo que nunca mais falo nada sobre o sócio… tá aí a minha opinião.

                Concorda? Deixe sua opinião e seu ponto de vista então, por favor. Inclusive, podem me ajudar se esqueci de comentar alguma coisa relevante. Mas sem ironias e brincadeiras, por favor.

Luciana Bois

11 Comments